0
0

Dicas e Novidades

30 de Agosto O que é Reumatismo?

O que é Reumatismo?

“Reumatismo” é o termo popular usado para nomear doenças inflamatórias crônicas que podem acometer articulações, músculos, ossos, pele e órgãos internos. Existem mais de 200 doenças reumatológicas reconhecidas e classificadas que, no Brasil, situam-se entre as principais causas de incapacidade e afastamento do trabalho. Essas doenças podem acometer qualquer idade e, dependendo da doença, existe uma faixa etária mais comum, como no caso da OSTEOPOROSE, que acomete principalmente mulheres na pós-menopausa; a GOTA, que acomete mais homens entre 30

e 60 anos de idade; a ESPONDILITE ANQUILOSANTE, que acomete mais homens com menos de 40 anos;
o LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO, mais comum em mulheres entre 15 e 45 anos; e a FEBRE REUMÁTICA,
que ocorre com maior frequência entre os 5 e 15 anos de idade. As doenças reumatológicas não necessariamente irão causar deformidades, mas aquelas em que existe um acometimento inflamatório articular crônico, como no caso da ARTRITE REUMATÓIDE, podem apresentar deformidades irreversíveis e incapacidade funcional se não tratadas adequadamente.

Apesar da maioria das doenças reumatológicas serem crônicas, o tratamento permite a possibilidade de controle e estabilização dos sintomas, minimizando danos e proporcionando uma melhor qualidade de vida para os pacientes. São muitas as opções de tratamento e as características de cada paciente determinam o melhor esquema a ser escolhido.

Quando procurar o Reumatologista?

O Reumatologista deve ser procurado, principalmente, em caso de dor articular sem trauma prévio,
sobretudo se a dor vier acompanhada de aumento do volume e da temperatura da articulação; na presença de rigidez articular prolongada (principalmente pela manhã ou após repouso); em caso de dores em coluna cervical, torácica ou lombar ou dor generalizada no corpo, acompanhada de fadiga e quando há história familiar de doença reumatológica.

Conversar com o seu médico, ter um diagnóstico correto, manter-se bem informado e respeitar o
intervalo para retorno à consulta são fundamentais para o sucesso do tratamento.

 

Dra. Luiza Silva M. de Andrade
Reumatologista

Compartilhe nas redes sociais: