0
0

Dicas e Novidades

12 de Agosto Intolerância Alimentar

Intolerância Alimentar

O aleitamento materno em princípio deve existir até os 6 meses exclusivamente, nesse período primordial da maturação do nosso bebê é que a imunidade é formada. Imunocomponentes são transferidos através do leite da mãe para o bebê, imunizando e maturando seu sistema de defesa, preparando para num futuro próximo ingerir alimentos sólidos e potencialmente alérgicos. A partir do desmame em que começamos a ingerir outros alimentos extra materno, devemos ficar atentos a nova dieta do nosso bebê, devido a possibilidade reacionária a essas novidades, tudo que não for o leite materno tem a propriedade de causar um desconforto gástrico e precipitar alergias e intolerâncias. É fundamental os cuidados com a alimentação da criança. Em seu tempo e bem orientado os alimentos devem ser inseridos na dieta, sem medo e sempre com auxílio do pediatra! Se o seu filho não reage bem à ingestão de determinados alimentos, após algumas e necessárias investidas,pare e observe...devemos entender a diferença entre alergia e intolerância alimentar:

 

Alergia Alimentar (AA) é um tipo de intolerância aos alimentos, em particular às suas proteínas, mediada pelo sistema imunológico do paciente. Ou seja, o alimento ingerido (em especial a proteína da dieta) causador da AA provoca uma resposta do sistema imune do organismo do indivíduo afetado, e este tipo de reação dá origem aos sintomas da alergia!

 

A principal diferença entre alergia e intolerância alimentar está na reação do corpo ao entrar em contato com o alimento específico. Em casos em que a pessoa é alérgica, o organismo reconhece aquele alimento como um invasor, processo parecido como nos casos de bactérias e vírus! Portanto, na alergia, ao entrar em contato com o alimento, o corpo começa a produzir anticorpos para eliminar aquele invasor. Logo, os sintomas são mais generalizados e potencialmente graves.

 

Já na intolerância alimentar, o organismo não consegue digerir o alimento. Os sintomas apresentados no sistema gastrointestinal são: dor no estômago ou diarreias. Além disso, as alergias são mais comuns na infância, enquanto que a intolerância alimentar pode ocorrer tanto na infância quanto na fase adulta.

No caso da intolerância à lactose que decorre da má absorção deste açúcar, causada pela falta da enzima lactase para digerir a lactose ou por defeito na absorção pela mucosa entérica. Nas situações de má absorção ou má digestão, o açúcar lactose mal digerido e não absorvido, sobra no intestino e exerce sua ação osmótica, atraindo água e eletrólitos para o órgão. Este bolo alimentar segue seu caminho e esta degradação dos alimentos pelas bactérias resulta em aumento da carga osmótica, causando diarreia de forma agravada, gases, distensão e dor abdominal.

Compartilhe nas redes sociais: